Seguidores da Pimentinha Brasileira:

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Ô mundinho sem graça!

Posted by Picasa


Antes um ator de Hollywood era como um deus.

Se fosse mulher, os homens que conseguiam dela uma foto numa pose mais insinuante esvaíam-se em sessões de sexo solitário atrás de qualquer moitinha do quintal.

Se fosse homem, a foto de seu rosto colada num álbum alimentaria devaneios e fantasias das mulheres cujos pés eram difíceis de permanecer presos ao chão.

Locutor de rádio? Aquela voz aveludada que embalava as tardes das donas de casa poderia sair da boca de um feioso qualquer, mas isso não tinha importância porque ninguém o conhecia e para cada uma delas ele tomava uma forma diferente de príncipe encantado.

Europa? Ficava noutro mundo, no "Velho Mundo"! Um mundo de reis e rainhas, de estadistas, pessoas cultas e educadas, ricas e corajosas, pois enfrentavam guerras e guerras e não perdiam a pompa, a "noblesse".

URSS, China? Isso tudo era um mistério que só se conseguia desvendar quando algum professor de história resolvia adotar o "Burns " e castigar a turma com uma ilustraçãozinha a mais.

E os USA? Esse era o futuro do Brasil, o objeto de desejo de qualquer jovem que mascava chiclette, meninas que usavam rabo-de-cavalo e meninos que usavam topete. Era um mundo de sonhos e muita prosperidade. Ah!!! O "Sonho americano"! Quem não embarcou nessa?

Catástrofes? Só existiam em lugares longínquos, não chegavam a respingar no nosso pacato bairro, mesmo porque ficávamos sabendo do ocorrido só depois de algum tempo.

Miséria? Os morros cariocas eram coloridos, românticos e inspiravam poetas e compositores da MPB.

Hoje não tem lugar para a fantasia, o sonho acabou, e de mistério só sobrou esse universo que permanece depois de todos nós, porque nosso planeta já está indo pro brejo...

Não quero perder a capacidade de devanear, tirar os pés do chão, apesar de todas as catástrofes, dos líderes do Irã, da Coréia do Norte, do Taleban, dos dirigentes populistas da América Latina, ah!...e do funk!

E quero muito dormir, mesmo com todo esse barulho!
Texto de Aneli Belluzzo Simões
POSTADO POR: Pimentinha Brasileira

9 comentários:

Mila disse...

Interessante seu poste pimentinha, não é que tudo verdade?!
Bjs
Mila

Byanka Arruda disse...

Essa desilusão assola todos nós. A sensação de derrota, de não haver as fantasias, as coisas boas. E só nos restasse a realidade. Dura...
Ainda podemos sonhar, pelo menos. Ou nem isso.

Bjo, pimenta.
Tenha um excelente dia. :)

Chica disse...

Lindo e não podemos perder a capacidade de achar graça nas coisas...beijos ,chica

Miguel Eibel disse...

Bom dia!
Muito bom o texto!
Parabéns!
Como sempre concordo plenamente!
Tudo de bom e uma linda quarta!


http://migueleibel.blogspot.com

Guará Matos disse...

Apesar do funk e da problemática marginal, os morros do Rio ainda inspiram boas poesias. De lá ainda saem boas músicas e manifestações culturais.
Bjs,Pimenta que me adocica.

Celina disse...

PIMENTINHA VC É DE MAIS, ME LEMBRO BEM DESSE TEMPO, TEMPO BOM DE SONHOS DE FANTASIAS, UM ABRAÇO CARINHOSO PARA VC.CELINA.

Rosana disse...

Olá menina do meu coração, de fato, antes.... tudo parecia ter outra conotação, outra magia, ooutro aspecto, colorido... hoje, o que será que mudou? Nossa maneira de ver simplesmente, ou seria o mundo que está a beira de um colapso... ainda assim, vamos viver, beijos em seu coração!


Rosana Morena

legalmente loira... disse...

pimentinha,
hoje você está de arder rsrsrs
otimo texto.
sera que consiguo dormir com todo esse barulho?
adoro tudo que posta parabéns.
otima noite.
bjos.

Carol Lina disse...

Apesar do funk, os sonhadores hão de sobreviver, hão de salvar o planeta, hão de voltar a devanear!

Evite as drogas!

Evite as drogas!
Não fume!!!

Ajude a divulgar: os animais agradecem!

create your own banner at mybannermaker.com!

Clique na imagem e...

Conheça meu blog divulgador!