Seguidores da Pimentinha Brasileira:

sábado, 15 de janeiro de 2011

Inundações e deslizamentos em SP e RJ em janeiro de 2010:


As inundações e deslizamentos de terra no Rio de Janeiro e São Paulo em 2010 tiveram como causa imediata as chuvas intensas, que afetaram os estados do Rio de Janeiro e de São Paulo, no Sudeste do Brasil, durante os primeiros dias de Janeiro de 2010.



De acordo com o professor José Oswaldo de Araújo, do Instituto de Geociências da Universidade de Brasília, as chuvas não são a causa única do deslizamento de encostas. A falta de planejamento urbano, a remoção da vegetação, a ocupação de áreas de risco e a ausência de fiscalização e controle do Poder Público também estão na base do problema. Segundo Araújo, na Ilha Grande, a ocupação humana e o corte da vegetação deixam o solo mais suscetível à infiltração da água. Ultrapassado o limite de saturação do solo, acontecem os escorregamentos. “Desce como um rio de lama”.


O geólogo da UnB afirma que há conhecimento técnico consolidado sobre os riscos de ocupar as encostas. Mas, mesmo quando os mapeamentos geotécnicos e geológicos apontam riscos de deslizamentos e desabamentos, "as pessoas começam a habitar [as áreas de risco], não existe controle, e aí acontecem as tragédias”. Segundo o professor, é preciso que haja maior rigor no cumprimento e fiscalização do ordenamento territorial das cidades.


ATÉ QUANDO??????

___________________
Daqui: Wikipedia (parcial)

5 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Deste lado do Atlantico, estou solidária com essa desgraça...que Deus tenha piedade.

Deixo um beijinho de carinho
Sonhadora

Juci Barros disse...

Estarrecedor.
Beijos.

JPM disse...

Oi,

Praticamnete tudo já foi dito sobre tal problema, inclusive, que é secular.

Aqui em P. Alegre/RS, próximo de Viamão, na Av. Bento Gonçalves, há um enorme barranco desnudo, no topo tem uma plantação de eucalipos. Volta e meia a chuva causa desmoronamentos.
Já se avista, no topo, algumas moradias.

Mas, quero acrescentar duas coisas que não são ditas, na verdade é uma só: a ganância.

Segundo especialistas o território do Estado do Espírito Santo, que faz divisa com o Estado do Rio de Janeiro, está totalmente degradado pela continuada monocultura de eucaliptos. Isto foi falado quando algumas das grandes fábricas de papel mostraram interesse em instalarem suas fábricas e a sua monocultura de eucaliptos e pinus no Rio Grande do Sul.

As grandes fortunas têm origem, principal e notoriamente, na exploração da mão de obra, e uma das mais eficientes formas de fazê-lo é amontoar fartura de seres humanos em volta, especialmente, das grandes indústrias, sem a menor preocupação com suas vidas.Estas são apenas estatísticas que alimentam o ego de muitos intelectuais e dão votos a políticos. Essa amontoação humana visa apenas que sobre fartura de gente sem trabalho e sem renda. Os tão criticados programas assistencialistas dos diversos governos apenas servem para acalentar a ganância dos inescrupolosos e milionários empresários, estes são os grandes beneficiados, por exemplo, do atual bolsa-família.

A continuar, e tudo indica que vai continuar, este modelo, vamos continuar sendo solicitados a fazer doações - que nem sempre chegam àqueles para os quais são destinadas - para socorrer as vítimas do modelo que está a serviço de não mais que 200 mil famílias em todo Planeta Terra.

Saúde e felicidade,
JPMetz

Mimirabolante disse...

É por isso que são " tragédias anunciadas ".......uma tristeza só !!!!bjcas solidárias !!!!!!

Sergio Martins disse...

Olá querida! Estou indignado com tanta demagogia e omissão por parte dos governantes. Escrevi sobre essas últimas tragédias: http://asvozesdomar.blogspot.com/2011/01/desastres-de-chuva.html

Abç!

Evite as drogas!

Evite as drogas!
Não fume!!!

Ajude a divulgar: os animais agradecem!

create your own banner at mybannermaker.com!

Clique na imagem e...

Conheça meu blog divulgador!